Presidente elogia "obra notável" das Misericórdias

Aníbal Cavaco Silva relembrou o papel importante que as misericórdias e instituições de solidariedade social

Na passagem por Portalegre, esta quinta-feira, o Presidente da República afirmou que Portugal "deve muito" a estas instituições, principalmente no período de crise que o país enfrentou e em que os portugueses foram obrigados a fazer sacrifícios pesados.

"Realizaram uma obra notável nos anos mais recentes em que foram pedidos sacrifícios aos portugueses e, .., eu quero dirigir um agradecimento muito especial, um muito obrigado", sublinhou Cavaco, na inauguração de um lar da Santa Casa da Misericórdia de Portalegre.

Portugal deve muito, eu diria muitíssimo, a instituições desta natureza: o que fizeram, o que estão a fazer e o que vão continuar a fazer pelos mais desfavorecidos da nossa sociedade

Num discurso em que relembrou as inúmeras visitas que fez a instituições de caris social, ao longo de dois mandados, Cavaco referiu "a obra notável" que tanto instituições de solidariedade social, como misericórdias e a Igreja têm realizaram.

O Presidente da República inaugurou, durante a visita ao Alentejo, um lar para portadores de deficiência e uma estrutura residencial para idosos, pertencentes à Santa Casa da Misericórdia, financiados em grande parte por fundos comunitários.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG