Marcelo vai ao Funchal levar uma "palavra de alento"

Presidente da República aterra pelas 19:30 desta terça-feira na Madeira, onde a queda de uma árvore de grande porte fez 12 mortos e 50 feridos

O Presidente da República vai deslocar-se hoje ao Funchal, onde a queda de uma árvore de grande porte no Largo da Fonte, durante a festa em honra da padroeira da Madeira, provocou 12 mortos e 50 feridos.

Segundo disse à Lusa fonte da Presidência da República, o chefe de Estado, Marcelo Rebelo de Sousa, deverá chegar ao Funchal cerca das 19:30.

Marcelo expressou entretanto as "mais sentidas condolências" aos familiares das vítimas da queda da árvore no Funchal, adiantando que se irá deslocar à Madeira para se inteirar do ocorrido e levar uma "palavra de alento".

"Ao tomar conhecimento da tragédia ocorrida na Madeira, apresento às famílias enlutadas as minhas mais sentidas condolências", lê-se numa mensagem do chefe de Estado, Marcelo Rebelo de Sousa, divulgada na página da Internet da Presidência da República. "Irei deslocar-me ainda hoje ao Funchal, para me inteirar de perto do ocorrido e, naturalmente, para levar uma palavra de alento e conforto aos que perderam os seus entes mais queridos".

A queda hoje de uma árvore de grande porte no Largo da Fonte, na freguesia do Monte, concelho do Funchal, durante a festa em honra da padroeira da Madeira, provocou 12 mortos e 50 feridos.

Na nota, Marcelo Rebelo de Sousa refere que irá deslocar-se ainda hoje ao Funchal para se "inteirar de perto do ocorrido e, naturalmente, para levar uma palavra de alento e conforto aos que perderam os seus entes mais queridos".

Dez das vítimas mortais faleceram no local e as restantes duas no hospital.

O incidente ocorreu cerca das 12:00, num local onde se concentram muitas pessoas para participar naquele que é considerado o maior arraial da Madeira, momentos antes de sair a procissão que foi cancelada.

Fontes no local referem que a árvore estava amarrada há dois anos e o tronco estava oco.

No ano passado as festividades de caráter mais profano deste arraial foram canceladas devido aos incêndios que afetaram o Funchal na segunda semana de agosto.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG