Português baleado no atentado terrorista em França saiu do coma

Homem de 26 anos foi uma das vítimas do ataque em Trèbes e Carcassonne

Renato Silva, o português baleado no ataque terrorista em Carcassonne a 23 de março, já saiu do coma e está a progredir.

A notícia, avançada pelo Expresso, foi confirmada pelo DN junto de fonte da Secretaria de Estado das Comunidades.

O jovem tinha sido colocado em coma para a realização de exames. Segundo o Le Parisien, que cita a família, Renato Silva conseguiu expressar-se e mover-se. O português de 26 anos ficou com uma bala alojada no cérebro, sendo ainda desconhecidas as consequências deste ferimento.

Renato Silva estava no carro que Radouane Lakdim roubou antes de atacar o supermercado. Três pessoas acabaram por morrer neste ataque. O autor do atentado foi abatido pela polícia.

Renato Silva emigrou há três anos, depois de acabar os estudos, para se juntar aos pais, emigrantes em França.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG