Portugal recebe 19,5 milhões de euros da UE para apoiar distribuição de bens alimentares

Portugal vai receber da União Europeia (UE) cerca de 19,5 milhões de euros, em 2013, ao abrigo do programa de distribuição de géneros alimentares aos cidadãos mais necessitados, anunciou hoje a Comissão Europeia.

No total, a UE vai destinar 500 milhões de euros ao programa de distribuição de géneros alimentares aos cidadãos mais necessitados, uma verba que permitirá ajudar, em 2013, 18 milhões de pessoas em 19 Estados-membros.

Entre os Estados-membros abrangidos pelo programa, Itália receberá o montante mais elevado (cerca de 98,2 milhões de euros), seguida por Espanha (85,6 milhões de euros).

Na lista dos países que mais verbas receberão no próximo ano seguem-se a Polónia (cerca de 76,9 milhões de euros) e França (71,3 milhões).

Este programa de distribuição de géneros alimentares, que permite apoiar as organizações que trabalham com as camadas mais desfavorecidas, será financiado pela Política Agrícola Comum (PAC) pela última vez, em 2013.

No futuro, a Comissão prevê, na proposta do Quadro Financeiro Plurianual para 2014-2020, um orçamento de 2,5 mil milhões de euros para o período de sete anos, que permita manter o financiamento da ajuda da UE aos cidadãos mais necessitados.

A Comissão Europeia afirma que, ainda este mês, deverão ser publicadas novas propostas de "um regime mais abrangente e flexível, mais intimamente relacionado com a política de coesão social", sem, contudo, avançar mais pormenores.

O programa de distribuição de géneros alimentares às pessoas mais necessitadas da UE existe desde dezembro de 1987.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG