Polícia Marítima resgata 24 pessoas no Mediterrâneo

Veleiro tinha encalhado numa zona de rochas e foi abandonado pelos "facilitadores" que transportavam 58 migrantes e refugiados.

A Polícia Marítima (PM) recolheu esta quinta-feira 24 dos 58 migrantes e refugiados que estavam a bordo de um veleiro encalhado numa zona de rochas sem acesso a terra e abandonado pelos "facilitadores" que o operavam.

Em comunicado, a PM informou que os seus agentes ao serviço da Agência Frontex no Mediterrâneo levaram 14 homens, cinco mulheres, quatro crianças e um bebé de 10 meses - naturais da Síria, Afeganistão e Paquistão - para o porto grego de Sigri.

As restantes 34 pessoas a bordo do veleiro com cerca de 25 metros de comprimento foram salvas pela Guarda Costeira grega.

A PM opera desde 1 de outubro de 2015 a partir da ilha grega de Lesbos com 11 agentes e dois técnicos de manutenção da embarcação, tendo já salvo 3037 migrantes e refugiados.

Nessas operações foram detidos também cinco facilitadores, indicou a PM.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG