Polícia britânica reúne-se com Medicina Legal no âmbito do caso Maddie

Uma equipa da polícia britânica vai reunir-se na quarta-feira, em Coimbra, com investigadores do Instituto de Medicina Legal, para "procedimentos técnicos" no âmbito do caso Madeleine McCann, disse hoje à agência Lusa uma fonte policial.

O encontro realiza-se às 10:00, nas instalações do Instituto Nacional de Medicina Legal e Ciências Forenses (INMLCF), envolvendo elementos desta instituição, da Scotland Yard, da Polícia Judiciária (PJ) e do Laboratório de Polícia Científica da PJ.

Segundo a mesma fonte, a reunião destina-se "a procedimentos técnicos relativamente a exames feitos" em 2007, na sequência do desaparecimento de Madeleine McCann, no Algarve, poucos dias antes de a criança inglesa fazer quatro anos.

Inspetores da Scotland Yard estiveram hoje reunidos com a PJ, em Faro, três meses após as últimas inquirições no âmbito do caso Madeleine McCann.

A polícia britânica terá estado a preparar novas inquirições a suspeitos no âmbito deste processo, depois de, em julho, terem interrogado quatro arguidos e uma dezena de testemunhas.

Em agosto, a Scotland Yard entregou a quinta carta rogatória às autoridades portuguesas, no sentido de realizar novas diligências que ainda não foram autorizadas pela nova procuradora do Ministério Público de Portimão.

No início de junho, agentes britânicos de investigação forense, PJ e GNR realizaram várias buscas com cães no miradouro da Praia da Luz e em terrenos à entrada da localidade turística da Aldeia da Luz.

Ao todo, foi investigada uma área de cerca de 60 mil metros quadrados, incluindo condutas de eletricidade e gás, esgotos e edifícios em ruínas, com o auxílio de cães pisteiros e georradares, buscas que se revelaram infrutíferas.

A pequena Maddie McCann desapareceu, a 03 de maio de 2007, do quarto onde dormia com os dois irmãos gémeos, mais novos, num apartamento de um aldeamento turístico, na Praia da Luz, no Algarve.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG