Passos: "Não sou pessimista, os números é que são maus"

Perto das 20.30, Passos entrou no calçadão de Quarteira para a "Festa do Pontal" do PSD e comentou os últimos números da economia

O crescimento da economia está a ser "sensivelmente metade" do que era há um ano - 0,2% no segundo trimestre face ao 1º trimestre e 0,8 quanto ao trimestre homólogo de 2015 - e o investimento "é muito negativo", afirmou o líder social-democrata, que chegou acompanhado da sua mulher.

Por isso, acrescentou, "terá de ser o Governo a corrigir a trajetória", quando chegar a altura de apresentar o Orçamento do Estado para 2017. "Eu não sou pessimista, os números é que são maus", afirmou ainda, entre críticas ao facto de a propósito destes números o Governo só ter produzido um comunicado: "Os governantes estão a fazer de conta que vêm a realidade."

Quanto aos incêndios, Passos Coelho mostrou-se mais recuado: "Não nos aproveitamos destas tragédias." Mais tarde, prometeu, o PSD fará a sua "avaliação" do que se tem passado. Para já o que importa é "acudir" às pessoas que perderam familiares ou bens.

Naquela que é a primeira Festa do Pontal desde que o partido regressou à oposição, o PSD conseguiu uma mobilização convincente, com cerca de 2100 militantes (números da organização) a ocuparem o calçadão de Quarteira. Passos apresentou-se bastante bronzeado: "Tem sido um verão escandalosamente bom no Algarve."

Mais Notícias

Outras Notícias GMG