Passos Coelho vai a votos no PSD a 5 de março

Congresso do partido terá lugar no dias 1, 2 e 3 de abril, em Espinho. Líder que sair das eleições será oficializado no dia da tomada de posse do novo Presidente da República

Passos Coelho vai a votos para a liderança do PSD a 5 de março, confirmou o DN junto de fonte próxima da direção do partido. Foi esta a data aprovada pela comissão política do partido, que esta noite será também confirmada no Conselho Nacional. Quanto ao Congresso do partido, realizar-se-á nos dias 1,2 e 3 de abril, em Espinho, concelhia de origem do líder parlamentar, Luís Montenegro.

Pedro Passos Coelho será recandidato ao lugar de líder do partido, como já tem assumido. A ideia é reforçar a liderança, com um resultado que se prevê amplamente favorável, uma vez que o líder venceu as legislativas e afastou os críticos internos.

O Regulamento do Congresso, que também será aprovado no Conselho Nacional, estabelece como data limite para a entrega de candidaturas à liderança do PSD, às 18h00 de dia 1 de março de 2016. As diretas têm lugar dia 5 de março. Curioso é que a oficialização da eleição do presidente do PSD (através da publicação em Povo Livre) vai ocorrer, pelo cronograma definido, no dia em que toma posse o novo Presidente da República: 9 de março.

O Conselho Nacional vai ter lugar esta noite, no Hotel Sana, em Lisboa, onde deverá ser aprovada uma declaração de apoio ao candidato presidencial e ex-líder do PSD, Marcelo Rebelo de Sousa. É este, aliás, o principal ponto do órgão máximo entre congressos do PSD.

O texto da declaração de apoio já foi lido e votado na comissão política permanente do partido e será agora discutido também no Conselho Nacional.

Mais Notícias