Oliveira e Costa dispensado por razões de saúde

A sessão de hoje do julgamento do Caso BPN começou com uma hora de atraso e com a ausência do antigo presidente Oliveira e Costa e de mais três arguidos.

Segundo o juiz presidente, Oliveira e Costa foi dispensado da sessão por razões de saúde, enquanto António Franco, Hernâni Ferreira e Telmo Reis foram dispensados da presença em tribunal por trabalharem no estrangeiro.

Quer Oliveira e Costa, antigo presidente do BPN, quer António Franco, que está em Angola, Hernâni Ferreira, que está na Suécia, e Telmo Reis, que trabalha em Itália, serão representados no tribunal pelos respectivos advogados.

O julgamento do caso BPN foi hoje retomado no Campus da Justiça de Lisboa, tendo o início dos trabalhos sido atrasado durante, sensivelmente, 60 minutos.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG