Novo modelo vai aumentar despesa mensal em 15%

Os utentes das antigas SCUT do Norte afirmaram que o novo modelo de descontos "é pior" do que o sistema até agora em vigor, tendo em conta que os utilizadores diários perdem metade dos benefícios.

"É pior do que o que estava. Basta dizer que os utilizadores diários, com as isenções e reduções, tinham um desconto mensal total superior a 30% e agora passam a ter 15%, ou seja vamos acrescentar crise à crise", afirmou José Ferreira.

O porta-voz das comissões de utentes do Grande Porto, Litoral Norte e Costa de Prata admite que com o novo modelo "pelo menos não se perde tudo", mas sublinha que vai "sobrecarregar ainda mais" os utilizadores.

"Nos utilizadores não regulares, a perda ainda é maior, tendo em conta que, com as dez isenções mensais, conseguiam não ter qualquer custo num mês", acrescentou.

Recorde-se que o Governo anunciou hoje que todos os utilizadores vão beneficiar a partir de segunda-feira de um novo regime antigas vias Sem Custos para os Utilizadores (SCUT) que se traduz em tarifas 15% mais baixas.

As empresas transportadoras de mercadorias continuarão a beneficiar de um desconto adicional de 10% nas passagens durante o dia e de 25% à noite.

"Face à quebra na utilização destas vias, porque os utentes procuram alternativas com efeitos na economia e tempos de viagem, o que fazia sentido era estudar-se seriamente todas estas consequências e acabar-se com as portagens. O Estado tinha mais a ganhar com isso face aos efeitos na economia", sublinha José Ferreira.

Em causa está o fim, este domingo, das isenções para as primeiras dez passagens mensais e descontos de 15% nas portagens para os utilizadores e empresas residentes abrangidos pelas SCUT da Costa da Prata, Grande Porto, Norte Litoral, Algarve, Beiras Litoral e Alta, Beira Interior e Interior Norte.

O atual modelo de descriminação, alega o Governo, não era permitido pelos regulamentos comunitários sendo substituído, a partir de segunda-feira, por esta redução generalizada das tarifas.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG