PJ detém suspeito de atear fogo em Cinfães

A Polícia Judiciária do Norte anunciou hoje ter identificado e detido um homem pela presumível autoria de um incêndio florestal que deflagrou na quarta-feira em Gralheira, concelho de Cinfães, distrito de Viseu.

O incêndio teve início pelas 15:00 e consumiu "uma área de vegetação com 7.000 metros quadrados, só não se tendo propagado a outras áreas florestais pela pronta e rápida intervenção dos bombeiros, auxiliados pela população local", diz um comunicado da Polícia Judiciária.

O comunicado refere que o homem em causa é pastor, com 47 anos, e que será presente a "primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação tidas por adequadas".

"O arguido ainda chegou a ser avistado por várias testemunhas junto ao foco de incêndio", refere a nota de imprensa.

Foi localizado com a colaboração da GNR de Lamego, algumas horas mais tarde.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG