Pastor detido por suspeitas de atear incêndio florestal

Um pastor de 50 anos foi detido pela Polícia Judiciária, através da Unidade Local de Investigação Criminal de Vila Real, pela presumível autoria de um incêndio florestal, na freguesia de Morgade, em Montalegre, informou hoje esta força policial.

O fogo florestal, segundo comunicado enviado hoje à Lusa, ocorreu nos Lugares de Carvalhal e Fieira de Rebordelo, em Montalegre, tendo consumido cerca de 51 hectares de mancha florestal, constituída por pinheiro, larício de plantação, pinheiro-silvestre e bravo.

"O incêndio colocou em perigo uma vasta mancha florestal adjacente à área queimada, que não foi consumida devido à intervenção da população e dos bombeiros", acrescenta a PJ.

O suspeito vai ser apresentado a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG