Mulher atacada e queimada por três assaltantes em casa

Uma mulher de 41 anos foi assistida no Hospital de Viana do Castelo com queimaduras de primeiro grau depois de assaltada de forma violenta no interior da sua residência.

Segundo fonte da família da vítima, o caso aconteceu entre as 17:00 e as 18:00 de terça-feira, em Souto, Arcos de Valdevez, quando a mulher foi surpreendida por um grupo de três elementos encapuzados.

"Gritavam que só queriam dinheiro, não queriam saber sequer de ouro. Andaram por toda a casa, com ela, cerca de uma hora", explicou à Lusa um familiar da mulher.

Perante a falta de respostas, os assaltantes espalharam pelo corpo da mulher um produto corrosivo, provocando-lhe queimaduras de primeiro grau na cara, pescoço e costas, e ainda lhe cortaram o cabelo.

"Ela não sabia que havia dinheiro em casa, mas os assaltantes sabiam. Deitaram-lhe um bidão de um produto para limpar calcário, que havia em casa, em cima da cabeça", explicou o familiar.

Os três assaltantes dirigiram-se depois à garagem da casa e, munidos com um aparelho eletrónico, conseguiram encontrar, escondidos numa garrafeira, cerca de 4.000 euros em dinheiro, ali guardados pelo marido, empreiteiro de construção civil.

A mulher foi assistida ao início da noite de terça-feira no hospital de Viana do Castelo mas já teve alta médica.

O caso está em investigação pela Policia Judiciária de Braga.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG