Gripe A: primeira morte em Portugal

Portugal registou hoje a primeira vítima mortal com o novo vírus da Gripe A (H1N1). A vítima é um homem de 41 anos, do Porto, que sofria de complicações respiratórias há algum tempo e tinha rejeitado um transplante renal.

A primeira vítima mortal em Portugal com quadro clínico de gripe A é um homem de 41 anos que esteve internado no Hospital de Santo António, no Porto. Além de estar em rejeição de um rim transplantado, apresentava dificuldades respiratórias que agravavam o seu estado.

O doente era emigrante em França mas foi assistido em Portugal, onde estava de férias.

Segundo a ministra da Saúde, Ana Jorge, o doente tinha recebido um transplante renal há 14 anos e sofria uma infecção bacteriana decorrente da rejeição desse transplante. Esteve internado em França na sequência dessa infecção, mas teve alta em Agosto, a seu pedido.

No início de Setembro "o quadro de pneumonia agravou-se" e o doente foi internado no Hospital de Santo António, no Porto. Por haver dois casos de infecção por gripe A no serviço onde o doente estava internado, foram realizadas análises e confirmou-se que o doente tinha mesmo o vírus H1N1.

Ana Jorge anunciou que será proferida amanhã uma conferência de imprensa no Hospital de Santo António, às 10h, e que "se mantêm todas as medidas até agora adoptadas" para prevenção e tratamento do vírus H1N1.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG