570 agente e 108 viaturas em mega operação Stop

Uma mega operação da PSP levada a cabo esta madrugada nas principais saídas e locais estratégicos do Porto resultou, numa hora e meia, na detenção de 11 pessoas.

"É uma operação de grande envergadura, articulada e devidamente coordenada entre todas as divisões do Comando Metropolitano do Porto para transportar os condutores suspeitos de conduzir sob efeito do álcool para a Divisão de Trânsito", explicou à Lusa o intendente Pedro Moura, durante o desenrolar da operação, que arrancou às 04:30.

A operação policial arrancou em 10 postos de fiscalização no Porto, designadamente nos acessos principais às auto estradas a norte - A28, A13 e A4 --, em dois postos em Vila Nova de Gaia, um posto na Rotunda do Castelo do Queijo, outro na Rotunda do Freixo, Praça do Marquês, Praça da República e Aliados.

Além dos postos de fiscalização houve diversas equipas em viaturas que circularam nas cidades do Porto e Vila Nova de Gaia e que fizeram interseções momentâneas de condutores de que se suspeitavam a conduzir sob o efeito do álcool.

Até às 06:00 de hoje -- a operação terminou depois das 07:00 - registavam-se 11 detenções, sendo 10 por excesso de álcool associado à condução e uma detenção por falta de habilitação legal. No mesmo período de tempo foram levantados 12 autos de contra ordenação muito graves por condução sob o efeito do álcool, acrescentou o coordenador das operações.

Jovens, com taxas de alcoolemia muito altas, e também muitas senhoras a conduzir sob o efeito de álcool, têm estado a aumentar, mas o maior número de casos com álcool no sangue regista-se ainda na faixa etária entre os 30 e os 40 anos, contou Pedro Moura.

A operação de hoje estava prevista no plano nacional da PSP, tendo sido determinada pela direcção nacional, e foi a terceira deste ano, tendo a primeira ocorrido em Março e a segunda em Junho.

A operação do Porto inseriu-se numa operação da PSP a nível nacional, cuja actividade operacional foi planeada para decorrer durante 24 horas seguidas, entre as 07:00 de sexta-feira e que 07:00 de hoje, e incidiu também na fiscalização em cafés, bares, estabelecimentos de diversão nocturna, escolas, centros históricos e comerciais e terminais de transportes

Ao longo do dia, a PSP também realizou acções de combate ao tráfico de droga com buscas domiciliárias na zona das Antas e Bom Fim, tendo detido um indivíduo com 500 doses de cocaína e aprendido 90 armas brancas, acrescentou a mesma fonte policial.

Na mega operação estiveram envolvidas todas as divisões do Comando Metropolitano do Porto, designadamente o Corpo de Intervenção, Investigação Criminal, Divisão de Trânsito e Divisões Territoriais do Porto, Gaia, Matosinhos, Maia e Gondomar.

Com o objectivo de prevenir a criminalidade e para controlar a sinistralidade rodoviária, a PSP utilizou 570 agentes, 108 viaturas, tablets pc, terminais de pagamentos automático e vários aparelhos para os testes de alcoolemia.

Na base da mega operação - a Divisão de Trânsito na Rua 1º de Dezembro -- estiveram sete agentes a controlar as contra ordenações por excesso de álcool, 16 agentes para realizar testes de álcool e 36 agentes para autos de detenção.

Desde o início do ano até hoje, o Comando Metropolitano do Porto registou "menos 10 por cento" de acidentes, comparando com o período homólogo de 2010. A principal razão explica-se com as boas condições meteorológicas.

Apesar de menos acidentes, houve um maior número de vítimas mortais (14) em relação a igual período de 2010 (9).

Mais Notícias

Outras Notícias GMG