Morte de casal idoso em tanque de água terá sido acidental

Os corpos dos dois idosos encontrados na terça-feira sem vida num tanque da própria casa, em Melgaço, não apresentavam indícios de violência e a morte terá resultado de um duplo acidente, afirmou uma fonte ligada à investigação.

"Era um casal, ele só andava com ajuda de um andarilho e ela com muletas. Um deles terá caído ao tanque, com cerca de um metro de água e o outro, ao tentar socorrer, também acabou por cair", explicou hoje a fonte à agência Lusa, assumindo que ambos tinham "uma saúde muito débil", apesar de viveram sozinhos.

Segundo outra fonte policial contactada pela Lusa, os dois idosos, de 81 e 83 anos, foram encontrados por uma assistente social, em Penso, Melgaço, pelas 12:45 de terça-feira.

"O homem estava descalço e em pijama e a mulher com roupa normal. Mas nenhum apresentava sinais de violência", explicou a fonte, admitindo que este duplo acidente terá acontecido ainda na noite de segunda-feira.

A GNR foi chamada ao local, mas a investigação transitou entretanto para a Polícia Judiciária.

Os corpos foram transportados para o Instituto de Medicina Legal de Viana do Castelo, para serem autopsiados, de forma a confirmar a suspeita das autoridades, que apontam para um cenário de afogamento acidental de ambos.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG