Morreu bombeiro de Miranda do Douro

Daniel Falcão, o bombeiro de 25 anos da corporação de Miranda do Douro que estava internado no Hospital da Prelada, no Porto, morreu hoje, mais de um mês depois do internamento, confirmou à agência Lusa o diretor de comunicação da unidade.

De acordo com Luís Pedro Martins, o bombeiro gravemente ferido no incêndio de Miranda do Douro de dia 02 de agosto não resistiu às queimaduras de segundo e terceiro grau que lhe afetaram entre 70 a 80% da superfície corporal.

"Ao princípio da tarde a situação agravou-se e o bombeiro acabou por falecer ao início da noite", adiantou o porta-voz do hospital. Daniel Falcão sofreu uma falência multiorgânica.

Com esta morte, recorde-se, eleva-se para oito o número de bombeiros que morreram na sequência do combate aos incêndios florestais este ano.

Recorde-se que ainda esta tarde se tinha realizado o funeral de um bombeiro de 51 anos, da corporação de Valença. Fernando Manuel Ribeiro estava internado em Coimbra desde o passado dia 29 de agosto.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG