Ministra "tem de deixar de se esconder atrás de demagogia"

A ministra da Justiça "tem de ser séria e deixar de se esconder atrás de demagogia para esconder as suas fragilidades", disse hoje o deputado socialista Alberto Martins, anterior titular do cargo.

Martins foi instado a comentar as afirmações da ministra Paula Teixeira da Cruz numa entrevista hoje publicada pelo "Diário de Notícias".

Na entrevista, Teixeira da Cruz disse ter remetido para a Procuradoria-Geral da República "situações que pareciam indiciar ilicitudes" na atuação de anteriores governos na área da Justiça.

"Não me quero pronunciar sobre esse assunto. Até hoje não me pronunciei sobre o desempenho da ministra da Justiça. Só mantenho uma exigência de seriedade. Investigue-se o que tem de se investigar", disse Martins aos jornalistas, à margem de uma conferência sobre diplomacia económica organizada pela comissão parlamentar dos Negócios Estrangeiros.

"Não há que fazer declarações" antes de haver uma investigação pelas autoridades competentes, acrescentou o ex-ministro da Justiça do segundo Governo de José Sócrates.

"Se há dúvidas em questões de matéria criminal, há órgãos com competência para as avaliar", acrescentou.

Na entrevista ao DN, Paula Teixeira da Cruz mencionou negócios "que lesam o Estado" relativos ao arrendamento de imóveis a privados pelo Ministério da Justiça.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG