Ministério sondou sindicatos sobre mudança de data

O Ministério da Educação e Ciência sondou os sindicatos no sentido de perceber se, caso a data do exame nacional de português seja alterada, eles marcam nova greve, disse esta tarde Dias da Silva, dirigente da Federação Nacional de Educação (FNE).

Segue-se a reunião com a Federação Nacional de Professores (Fenprof) e nova reunião com a FNE às 18.30.

Na quinta-feira, o ministro da Educação, Nuno Crato, anunciou numa entrevista uma reunião com os sindicatos dos professores, manifestando disponibilidade para o diálogo.

Os sindicatos sempre disseram, ao longo de todo este processo, que não vão marcar greves caso a data do exame seja mudada e mantêm esta disponibilidade.

Os professores marcaram greve aos exames para segunda-feira, quando se realizam os exames de Português e Latim do 12.º ano, com o objetivo de contestar a aplicação do regime de mobilidade especial aos docentes por temerem o despedimento e o aumento do horário de trabalho de 35 para 40 horas semanais.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG