Mergulhadores resgatam condutor que caiu ao Mondego

Homem foi estabilizado pelos médicos do INEM no local e transportado às urgências.

Foi retirado com vida das águas geladas do Mondego um homem, de 59 anos, que ao volante do seu automóvel caiu ao rio, ontem à tarde, em circunstâncias ainda por esclarecer, depois de transpor o passeio junto à marginal da margem direita e percorrer uma rampa.

Foram dois elementos da Polícia Municipal de Coimbra que, durante uma ação de patrulha, viram algo que se parecia com um automóvel a mergulhar e deram o alerta. Os agentes Luís Dias e Ana Batalha terão sido determinantes para o sucesso desta operação de socorro. Também a prontidão da equipa dos mergulhadores da Companhia de Bombeiros Sapadores conseguiu evitar o pior.

"Estava exausto, já tinha retirado o cinto de segurança e estava na parte de trás do veículo que era o local que ainda não estava submerso", referiu um dos mergulhadores ao jornalistas. A vítima foi estabilizada no local, com a ajuda do INEM, e transportada às urgências hospitalares."Os mergulhadores, após uma busca, não encontraram mais ninguém no automóvel", adiantou o comandante interino dos Sapadores, António Rosa.

Durante a intervenção dos bombeiros, a via que liga a estação ferroviária Coimbra A e o Açude-Ponte esteve interdita ao trânsito. Para retirar a viatura foi necessário acionar o reboque da GNR de Coimbra. Estiveram envolvidos elementos da Companhia de Bombeiros Sapadores, Bombeiros Voluntários de Coimbra, INEM, PSP, Polícia Municipal e GNR.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG