McCann perdem recurso contra Gonçalo Amaral

Os pais de Maddie McCann tinha recorrido da decisão da Relação que revogara sentença que obrigava ex-inspetor da PJ a pagar 500 mil euros

O casal McCann perdeu o recurso no Supremo Tribunal de Justiça contra o ex-inspetor da PJ Gonçalo Amaral. Em causa, uma decisão do Tribunal da Relação, de abril do ano passado, que revogou uma sentença que obrigava o ex-inspetor da PJ a pagar 500 mil euros a Kate e Gerry McCann, pais de Maddie, a menina inglesa que desapareceu na praia da Luz, Algarve, em maio de 2007.

O Tribunal da Relação de Lisboa tinha considerado que Gonçalo Amaral agiu "licitamente" ao escrever no seu livro "A Verdade da Mentira" que foi investigada a tese na PJ de os pais de Maddie serem responsáveis pelo seu desaparecimento, pelo que o desobrigava do pagamento de 500 mil euros decidido em primeira instância pelo Tribunal Cível de Lisboa.

Isabel Duarte, advogada dos McCann neste processo, adiantou imediatamente que iria "avançar com recurso para o Supremo Tribunal de Justiça".

Mais Notícias

Outras Notícias GMG