Mário Soares continua inconsciente mas já reage a estímulos

Antigo Presidente mantém-se na unidade de cuidados intensivos e apresenta uma "discreta melhoria"

Mário Soares permanece em situação crítica, mas estável. A informação foi avançada no boletim clínico das 13:00 desta quarta-feira, pelo porta-voz do Hospital da Cruz Vermelha, José Barata. O responsável explicou que o antigo presidente "vai manter o mesmo nível de vigilância clínica multidisciplinar que a situação exige" e que o estado de Soares não sofreu nenhum agravamento nas últimas horas.

Durante a noite, Mário Soares registou uma "discreta" melhoria, tinha revelado José Barata no primeiro boletim clínico do dia, que foi feito ao início da manhã. Apesar de continuar internado na unidade de cuidados intensivos e inconsciente, Soares já reage a estímulos, sendo esta a única diferença registada no seu estado em relação ao dia de ontem.

O porta-voz do hospital recusou esta quarta-feira responder a perguntas sobre os motivos específicos que levaram Mário Soares ao hospital, revelando apenas que o antigo presidente se sentiu "indisposto" antes de ser hospitalizado.

Mário Soares, que comemorou 92 anos no dia 7 deste mês, foi internado na madrugada de terça-feira no Hospital da Cruz Vermelha, em Lisboa.

Uma nova atualização sobre o estado clínico de Soares deverá ser feita ao final da tarde desta quarta-feira.

Na terça, o sobrinho de Mário Soares, Eduardo Barroso, revelou aos jornalistas que o estado do tio, que se encontrava "inconsciente e muito fragilizado", era "grave". Ontem, Mário Soares foi visitado pelo Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, e tem sido acompanhado no hospital pela família e amigos próximos.

A última aparição pública do antigo presidente aconteceu a 28 de setembro, no Hospital da Cruz Vermelha, numa homenagem à falecida mulher, Maria Barroso, que foi presidente daquela instituição.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG