Marcelo evoca papel de Eanes como chefe militar

Mafra acolhe sábado cerimónia evocativa dos 40 anos da eleição de Ramalho Eanes como Presidente da República.

O Presidente da República participa sábado numa cerimónia destinada a evocar o papel do general Ramalho Eanes como Chefe do Estado-Maior General das Forças Armadas (CEMGFA).

O evento realiza-se em Mafra a pedido do próprio Ramalho Eanes, disse ao DN uma fonte envolvida na cerimónia.

Esta é mais uma das várias iniciativas para celebrar a eleição de Ramalho Eanes como chefe do Estado, a primeira das quais em Castelo Branco a 16 de maio, e a segunda dias depois em Évora.

Ramalho Eanes, oficial de Infantaria formado em Mafra, foi o primeiro presidente da República eleito - a 27 de junho de 1976 - após o 25 de Abril, tendo acumulado o cargo com o de CEMGFA a partir de 14 de julho do mesmo ano.

Eanes deixou o cargo a 16 de fevereiro de 1981, sendo substituído pelo general Melo Egídio.

Com o fim do Conselho da Revolução e a civilização do regime, resultante da revisão constitucional de 1982, o Presidente da República passou a ser também Comandante Supremo das Forças Armadas.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG