Marcelo envia condolências às famílias dos pescadores mortos

Também o ministro do Ambiente, João Pedro Matos Fernandes, cancelou a visita que tinha previsto a Ílhavo "por respeito" às vítimas e familiares do naufrágio

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, manifestou hoje o seu pesar às famílias dos dois pescadores que morreram num naufrágio na praia da Costa Nova, em Ílhavo, distrito de Aveiro.

"O Presidente da República expressa os seus sentimentos às famílias dos dois pescadores da embarcação 'Boa Vida', falecidos esta manhã na Costa Nova", refere o chefe de Estado na página de internet da Presidência.

"Esta profissão de pescador, tão rica e tão ligada à nossa natureza de nação marítima, mas também tão perigosa, lembra-nos a dureza e o dramatismo da vida de muitos dos nossos compatriotas. Infelizmente, demasiadas vezes, nos confrontamos com estes trágicos acontecimentos", acrescenta.

"O Presidente da República associa-se à dor dos que perderam um ente querido, um colega de faina ou um amigo", conclui Marcelo Rebelo de Sousa.

Também hoje o ministro do Ambiente, João Pedro Matos Fernandes, cancelou a visita que tinha previsto a Ílhavo "por respeito" às vítimas e familiares do naufrágio.

Matos Fernandes tinha em agenda a inauguração de várias obras realizadas pela sociedade Polis Litoral Ria de Aveiro no concelho de Ílhavo.

O ministro deveria inaugurar, na parte da tarde, as empreitadas de "Reordenamento e Valorização do Cais da Cova do Chegado e Cais da Bestida" e de "Reordenamento e Valorização do Cais da Gafanha D`Aquém, cuja cerimónia fica adiada para data oportuna.

Duas pessoas morreram hoje depois de uma embarcação de pesca ter afundado ao princípio da manhã na praia da Costa Nova.

Segundo fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Aveiro, as autoridades resgataram do mar "dois mortos" e um terceiro tripulante da embarcação portuguesa, "sem ferimentos".

Mais Notícias

Outras Notícias GMG