Marcelo diz que défice de 2,7% previsto por Bruxelas é "boa notícia"

Apesar de o Governo prever apenas 2,2% de défice em 2016, Presidente regista com agrado a previsão de Bruxelas, de 2,7%, porque está abaixo dos 3%

À margem da visita a Maputo, Marcelo Rebelo de Sousa comentou as previsões de primavera da Comissão Europeia para a economia portuguesa, e o cenário mais pessimista de Bruxelas do que o do Governo relativamente ao défice para 2016. A previsão do Executivo português é de 2,2%, mas Bruxelas está menos otimista e diz que o défice vai ficar em 2,7%.

O Presidente da República, antes de comentar de forma mais profunda as previsões da Comissão Europeia, prefere esperar pelo pronunciamento de Bruxelas sobre os documentos que foram entregues pelo Governo português. Em todo o caso, regista "uma boa notícia: é que sejam quais forem as previsões que batam certo, as do Governo ou as da Comissão Europeia, o défice português ficará abaixo dos 3%".

Marcelo Rebelo de Sousa sublinha a importância destas previsões no sentido de Portugal conseguir cumprir o objetivo de sair do procedimento por défice excessivo. "Se for mesmo 2,7%, é um número que há muitos anos não me lembro de termos em Portugal", conclui o Presidente da República.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG