Marcelo distingue personalidades madeirenses

Presidente vai distinguir nas cerimónias de 10 de Junho a cardiologista Maria Isabel Mendonça, o padre João Vieira e a Associação de Futebol da Madeira

O Presidente da República vai distinguir no 10 de Junho duas personalidades madeirenses, a cardiologista Maria Isabel Mendonça e o padre João Vieira, e a Associação de Futebol da Madeira, anunciou o gabinete do representante da República na região.

De acordo uma nota do gabinete do representante da República na Madeira divulgada hoje, à cardiologista Maria Isabel Mendonça será atribuído o grau de comendadora da Ordem de Mérito, que se destina a galardoar atos ou serviços meritórios praticados no exercício de quaisquer funções, públicas ou privadas, que revelem abnegação em favor da coletividade.

A médica, conhecida pelo seu percurso profissional, também foi investigadora principal, em diversos ensaios clínicos e projetos de investigação internacionais. Foi mesmo premiada por trabalhos desenvolvidos e apresentados em Jornadas Médicas e Encontros da especialidade.

Maria Isabel Mendonça foi, desde 2006, diretora do Centro de Investigação do Serviço Regional de Saúde da Madeira (SESARAM), tendo o atual Governo Regional deliberado, a 17 de abril deste ano, que este passe a ter o seu nome.

Ao padre João Vieira será atribuído o grau de comendador da Ordem da Instrução Pública, insígnia que distingue os altos serviços prestados na Educação e no Ensino, sendo uma condecoração cuja origem remonta a abril de 1927.

Este sacerdote chegou à Madeira em 1958 e lecionou Matemática na Escola Salesiana de Artes e Ofícios, estabelecida no Funchal desde 1950, reconhecendo a condecoração o "profundo humanismo que sempre caracterizou a sua atividade, a par das elevadas qualidades de pedagogo, reconhecidos por sucessivas gerações de quantos tiveram o privilégio de ser seus alunos", é referido na nota do representante da República para a Madeira.

À Associação de Futebol da Madeira (AFM) será atribuido o título de Membro Honorário da Ordem do Mérito.

Esta associação centenária foi fundada em 1916, realçando a distinção o seu "papel relevantíssimo no domínio da promoção do desporto na juventude, na descentralização da prática do futebol amador em todos os concelhos da Região".

Também tem "conseguido apoiar os clubes e atletas madeirenses para que atinjam níveis competitivos de excelência", lê-se ainda na nota, onde também é referido que a AFM tem 44 clubes filiados e um total de 5.300 atletas praticantes em todos os escalões de futebol amador, masculino e feminino, e futsal.

"Realça-se, também, que deram os seus primeiros passos nas competições infantis e juvenis organizadas pela Associação alguns dos maiores nomes do futebol nacional, como Ruben Micael, Danny e (...) Cristiano Ronaldo, capitão da seleção portuguesa campeã europeia e hoje um dos símbolos de Portugal no Mundo", lê-se ainda na nota do gabinete de Ireneu Barreto.

A cerimónia de imposição das insígnias irá realizar-se no Palácio de São Lourenço, no Funchal, a residência oficial do representante da República para a Madeira.

O programa inclui também uma homenagem às comunidades portuguesas junto do monumento ao Emigrante Madeira, na marginal da cidade, com deposição de flores.

Mais Notícias