Maior perigo para crianças é violência entre os pais

Situação de perigo mais detetada por técnicos e que mais causa sofrimento aos filhos passou a ser o conflito entre os pais. Em 2012 duplicaram os jovens no sistema de proteção.

Ana e João já estavam separados, mas a doença da filha obrigou-os a cruzarem-se no hospital. Como era a semana do pai, este não quis deixar a mãe entrar no consultório para ver a filha de seis anos, e instalou-se a confusão. A discussão só acabou no parque de estacionamento, com os dois a agredirem-se fisicamente, e com a intervenção da segurança. A menina assistiu.

O caso foi sinalizado pelo próprio médico à comissão de proteção de crianças e jovens em risco da zona de Lisboa e espelha bem o tipo de situações que têm surgido. Ao ponto de o número de processos de menores expostos a comportamentos desviantes - a maioria, violência doméstica - já ter ultrapassado os de negligência.

Leia mais pormenores no e-paper do DN.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG