Jardim congratula-se com acordo entre Igreja e Governo

O Governo Regional da Madeira congratulou-se hoje com o acordo entre a Igreja Católica e o Governo da República Portuguesa quanto à diminuição dos feriados civis e religiosos a partir de 2013 e até 2018.

Em nota hoje divulgada, o Gabinete da Presidência do Governo Regional expressa, em particular, a sua "satisfação pela manutenção do feriado de 15 de Agosto", que, no caso da Região Autónoma da Madeira, é "também celebração de Nossa Senhora do Monte, Padroeira do arquipélago".

A nota transmite ainda o agradecimento do executivo pelo "empenho de Sua Excelência Reverendíssima o Senhor Bispo do Funchal, perante as solicitações da Assembleia Legislativa, do Governo Regional, e de Sua Excelência o Representante da República".

A República Portuguesa e a Santa Sé chegaram a acordo sobre a redução do número de feriados religiosos.

A partir de 2013, ficam suspensos durante cinco anos os feriados do Corpo de Deus, que se celebra a uma quinta-feira, 60 dias depois da Páscoa, cuja solenidade é transferida para o domingo seguinte, e o Dia de Todos os Santos, celebrado em 01 de novembro.

O Governo também já tinha anunciado a supressão de dois feriados civis, o 05 de outubro (Instauração da República) e o 01 de dezembro (Restauração da Independência).

Mais Notícias

Outras Notícias GMG