Lisboa do Estado Novo vista por Saint-Exupéry

Há 72 anos era inaugurada em Lisboa a Exposição do Mundo Português. Uma exposição que iluminava Lisboa contra a escuridão que se abatia sobre a Europa. O evento impressionou quem passava pela capital portuguesa, como o escritor francês Antoine de Saint-Exupéry, que em 1940 parou na cidade, a caminho dos Estados Unidos.

Por essa altura, França já se tinha rendido às forças nazis e só Inglaterra parecia resistir. "Lisboa, que organizara a mais bela exposição do mundo, sorria com um sorriso um tanto pálido", nota o autor de "O Principezinho". "Mas por baixo do sorriso, eu achava Lisboa mais triste que as minhas cidades extintas."

Fomos a Belém, onde a 23 de Junho de 1940 foi inaugurada a exposição, e pedimos a quem estava por lá para ler o texto de Saint-Expéry, junto aos monumentos que permaneceram e marcam a paisagem da cidade. O escritor não sobreviveu para ver o fim da II Guerra Mundial.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG