João Cravinho diz que falta planeamento estratégico

O antigo ministro socialista João Cravinho afirmou hoje que falta planeamento estratégico nas grandes obras projectadas para Portugal, dando como exemplo o facto de a alta velocidade (TGV) não estar articulada com o novo aeroporto.

O TGV e o aeroporto devem ser discutidos "em função da ideia daquilo que queremos fazer tendo em vista o país que queremos construir dentro de 20 a 30 anos. São obras que duram dezenas e dezenas de anos, que são estruturais e para as quais é preciso ter primeiro uma ideia", defendeu João Cravinho, à margem de um almoço no Clube ISCTE, em Lisboa.

O antigo ministro do Equipamento, Planeamento e Administração do Território defendeu que o território deve ser a "plataforma inicial de todo o pensamento estratégico" e criticou o facto de os grandes projectos de obras públicas nacionais estarem a ser discutidos "um a um" e não "em conjunto".

Mais Notícias

Outras Notícias GMG