Jardineiro incendiário detido pela PJ

O homem, de 48 anos, terá problemas de alcoolismo. Suspeito de ter ateado um incêndio florestal na freguesia de Caldas de S.Jorge, em Santa Maria da Feira, pelas 22.30 do dia 16 de junho

A Polícia Judiciária do Porto identificou e deteve o presumível autor da prática de um crime de incêndio florestal, ocorrido na freguesia de Caldas de S. Jorge, no concelho de santa Maria da Feira, cerca das 22.30 do dia 16 de junho. O suspeito, jardineiro de profissão e com problemas de alcoolismo, deslocava-se a pé quando resolveu atear fogo, com recurso a um isqueiro, à folhagem de eucaliptos, numa zona fortemente florestada, de pinheiros e eucaliptos, referiu a PJ. O local onde deflagrou o incêndio florestal correu perigo efetivo, nomeadamente a zona florestal e o casario adjacente, que só não foi atingido porque foi imediatamente detetado e combatido por populares que aí residem. O detido, com 48 anos, jardineiro, vai ser presente a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG