Insuficientes renais querem desculpas de Ferreira Leite

A Associação Portuguesa de Insuficientes Renais exigiu hoje um pedido de desculpas à ex-presidente do PSD Manuela Ferreira Leite, que sugeriu que idosos que tenham meios paguem os tratamentos de hemodiálise.

"Atualmente temos dez mil doentes em hemodiálise cuja idade média é 68 anos. A doença renal atinge mais as pessoas com baixos e médios rendimentos...não vemos milionários a fazer diálise. Esta senhora não tem informação para dizer uma coisa destas", afirmou Carlos Silva em declarações à Agência Lusa.

A APIR "exige um pedido de desculpas" à ex-ministra e líder social-democrata, que "devia preocupar-se com quem são os donos das clínicas [onde se faz hemodiálise], porque é que está tudo no privado e porque é que o Estado não mete a hemodiálise nos hospitais públicos", acrescentou.

"Além dos tratamentos, as pessoas precisam de pagar transporte, medicamentos e hospitalizações. Não temos culpa que um tratamento que temos que fazer dia sim, dia não, que implica estarmos ligados a uma máquina, custe tanto ao Serviço Nacional de Saúde (SNS)", frisou.

Respondendo a uma questão sobre o direito de pessoas com mais de 70 anos à hemodiálise gratuita através do SNS, Manuela Ferreira Leite disse, na segunda-feira à noite no canal de televisão SIC, que um doente "tem sempre direito se pagar".

A ex-líder social-democrata acrescentou que não é possível manter o SNS "gratuito para toda a gente", clarificando depois que defende que quem tem meios financeiros para isso pague os seus tratamentos.

A APIR pediu também, num comunicado divulgado hoje, que a SIC promova um frente-a-frente com Manuela Ferreira Leite e elementos da associação para discutir a diálise em Portugal.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG