GNR reforça policiamento para prevenir furtos de azeitona

Olivais de Beja vão ter um reforço policial da GNR, no âmbito da operação "Agrisegur", para prevenir furtos de azeitonas. Até agora já foram detidas 54 pessoas.

A GNR anunciou hoje o reforço do policiamento em olivais de Beja para prevenir furtos de azeitona, após ter detido 54 pessoas e identificado 49 por suspeitas daquele crime e aprendido 33 toneladas de fruto furtadas desde novembro.

Trata-se de um reforço do policiamento no âmbito da operação "Agrisegur", que decorre desde o passado mês de novembro e termina no dia 31 deste mês, em plena campanha de apanha de azeitona, para fiscalizar explorações agrícolas do distrito de Beja com o objetivo de prevenir furtos.

Segundo a GNR, num comunicado enviado à agência Lusa, o reforço do policiamento vai ser feito com "particular incidência" nos olivais dos concelhos de Beja e Moura, onde tem sido praticada "a maioria" dos furtos de azeitona registados desde novembro.

O reforço do policiamento para prevenir crimes de furto de azeitona deve-se ao "forte impacto a nível económico" deste tipo de criminalidade para os donos das explorações agrícolas e ao número de suspeitos já detidos e identificados e à quantidade de azeitona furtada e apreendida desde o início da operação "Agrisegur", explica a GNR.

Para "intensificar" o policiamento, o Comando Territorial de Beja da GNR "conta, desde hoje, com o reforço de equipas da Unidade de Intervenção", as quais "irão apoiar o patrulhamento" no âmbito da operação "Agrisegur" para "prevenir e, sempre que for o caso, reprimir rigorosamente o furto" de azeitona, refere a força de segurança.

No distrito de Beja, desde o início da operação "Agrisegur" no passado mês de novembro e até hoje, a GNR já deteve 54 pessoas e identificou 49 por suspeitas da prática de crimes de furto de azeitona e apreendeu 33 toneladas daquele fruto que foram furtadas.

Só no passado sábado, a GNR deteve 50 pessoas e identificou 10 por suspeitas de crime de furto de azeitona nos concelhos de Beja, Serpa e Moura e apreendeu 18,5 toneladas daquele fruto que foram furtadas e 22 viaturas, que se destinavam, alegadamente, ao transporte da azeitona furtada.

Outras Notícias GMG