Identificado dono de cavalos envolvidos em acidente mortal

Acidente acontece dois anos depois de outro desastre provocado por um cavalo, perto de Évora, ter causado quatro mortos

A GNR já identificou o proprietário dos dois cavalos envolvidos envolvidos hoje num acidente rodoviário em Campo Maior, do qual resultou um morto e quatro feridos, confirmou ao DN fonte do Comando Territorial de Portalegre.

O dono dos animais foi identificado e será chamado a prestar declarações no âmbito do inquérito que foi aberto entretanto, e que visa apurar as responsabilidades do acidente.

Este acidente aconteceu pouco mais de dois anos depois de um outro desastre provocado por um cavalo, perto de Évora, ter causado quatro mortos e quatro feridos graves, tendo o Ministério Público, em dezembro de 2015, arquivado o inquérito por não ter conseguido identificar o proprietário do animal.

O acidente de hoje de madrugada deu-se quando um automóvel, em que seguiam cinco pessoas, colidiu com dois cavalos que se encontravam na estrada entre Elvas e Campo Maior, no distrito de Portalegre.

Residentes na cidade de Elvas, as vítimas, incluindo um casal e o filho, deslocavam-se para o trabalho, numa fábrica na vila vizinha de Campo Maior.

Segundo a GNR, a vítima mortal é um jovem de 27 anos, que conduzia o veículo ligeiro de passageiros e cujo óbito foi declarado no local, e entre os quatro feridos conta-se a mãe, de 47, que ficou em estado grave e foi transferida de Elvas para o Hospital de São José, em Lisboa, num helicóptero do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM).

O pai da vítima mortal, de 47 anos, sofreu ferimentos ligeiros e foi transportado para o Hospital de Santa Luzia, em Elvas, assim como os outros dois sinistrados, um considerado grave, de 32 anos, e outro ligeiro, de 25, referiu à Lusa a fonte da Guarda.

O acidente ocorreu na Estrada Nacional 373, tendo o alerta sido dado às 05:05 e os dois cavalos envolvidos morreram.

As operações de socorro mobilizaram 34 operacionais, com 15 veículos, das corporações de bombeiros de Campo Maior e Elvas, uma viatura de Suporte Imediato de Vida (SIV), de Elvas, uma Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) de Portalegre, um helicóptero do INEM e a GNR.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG