GNR mobiliza mais de 200 efetivos para Fátima

A GNR vai mobilizar mais de 200 efetivos para reforçar a segurança em Fátima entre 11 e 13 de maio para a peregrinação em que são esperados milhares de peregrinos, disse ontem o responsável do comando territorial de Santarém.

"Esperamos dois picos de afluência: um durante a procissão das velas, no dia 12, domingo, e no dia 13, segunda-feira, na procissão do adeus", especificou o coronel Nuno Paulino durante uma conferência de imprensa, em Fátima, adiantando que é expectável que no sábado, dia 11, "estejam muitos peregrinos".

Os efetivos que integram a segunda fase da operação da GNR de apoio ao peregrino ficam responsáveis pela segurança no santuário e na zona envolvente, envolvendo elementos das operações especiais, investigação criminal, inativação de engenhos explosivos, manutenção da ordem pública, unidade nacional de trânsito, proteção da natureza, cinotecnia e transmissões.

O comandante aproveitou para avisar os peregrinos para possíveis "descuidos", como "deixar bens no interior do automóvel, à vista", para evitar furtos e carteiristas, "que aproveitam estes grandes eventos e não trabalham sozinhos".

Nuno Paulino assinalou que a monitorização que a GNR está a fazer permite concluir que "o fluxo de peregrinos é maior a Norte de Fátima" e que deverá ser "mais intenso no sábado de manhã" na cidade de Fátima.

A não utilização de coletes refletores é uma das falhas que o militar apontou aos peregrinos ao nível da segurança rodoviária, aconselhando-os a "não andarem na estrada, mas na berma, em fila indiana e não em grupo", bem como "a não caminharem sozinhos".

Hoje, a CP anunciou em comunicado que também irá reforçar a oferta regular na Linha do Norte, "visando dar resposta às necessidades de transporte dos milhares de Peregrinos que, habitualmente, se deslocam ao Santuário de Fátima".

Nos períodos do dia em que se prevê uma maior afluência de peregrinos, além do acréscimo de lugares disponíveis nos comboios, será assegurada ligação rodoviária pela Rodoviária do Tejo, entre a estação de Caxarias e o Santuário de Fátima.

Para embarque de clientes procedentes do santuário mariano, no dia 13 de maio, o comboio Intercidades - que parte de Lisboa Santa Apolónia às 15:30 - tem paragem extraordinária na estação de Caxarias.

Milhares de peregrinos são esperados na Cova de Iria, para a peregrinação internacional aniversária presidida pelo arcebispo do Rio de Janeiro, Brasil, Orani João Tempesta, na qual se assinalam os 96 anos da primeira aparição de Nossa Senhora de Fátima.

A peregrinação terá como tema "A Deus, nada é impossível".

Na segunda-feira, 13 de maio, o momento alto terá lugar após a celebração eucarística, momento em que o pontificado do papa Francisco será consagrado a Nossa Senhora de Fátima, um pedido que foi feito pelo líder da Igreja Católica ao cardeal-patriarca e presidente da Conferência Episcopal Portuguesa, José Policarpo.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG