GNR detém mais de cem pessoas na apanha da azeitona

A GNR deteve mais de 100 pessoas durante uma operação de fiscalização da apanha da azeitona, entre novembro e janeiro, tendo conseguido recuperar 13.929 quilos de azeitona.

Em comunicado divulgado hoje, a GNR clarifica terem sido detidas 103 pessoas e identificadas 50 pela prática de 21 crimes de furto e levantados 13 autos de contraordenação durante a operação de fiscalização à colheita e tratamento da azeitona, realizada entre 6 de novembro e 31 de janeiro.

Na operação, estiveram envolvidos 9.434 militares da GNR que efetuaram 836 ações de fiscalização aos acessos aos lagares de azeite, locais de armazenamento e fronteiras terrestres, "no sentido de detetarem infrações à legislação em vigor e que regula as matérias relativas à preparação, ao transporte e transformação da azeitona".

A GNR divulgou ainda resultados relativos à fiscalização de lagares de azeite, realizada entre 15 de novembro e 31 de janeiro, que visava "a fiscalização às instalações fabris de produção de azeite para garantir a correta gestão dos resíduos provenientes da produção de azeite".

"Foram fiscalizadas 131 instalações e detetadas 45 infrações. Destas, destacam-se sete infrações por rejeição de águas russas (sem tratamento), 11 por falta de registo ou licenciamento, duas por falta de monitorização de emissão de resíduos para a atmosfera e duas por não tratamento de resíduos sólidos", esclarece a GNR.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG