Força Aérea disponível para transportar bebé prematura do Dubai

Quando o transporte for clinicamente possível, a Força Aérea poderá trazer a bebé, atualmente no Dubai, para Portugal.

O ministro da Defesa, Aguiar Branco, manifestou hoje a disponibilidade da Força Aérea Portuguesa para transportar a filha prematura de emigrantes portugueses, que não dispunham de recursos para o seu tratamento, assim que esse transporte seja clinicamente possível.

"A oportunidade e as condições, do ponto de vista médico, para que isso se possa executar não dependem de nós. Logo que isso seja necessário, logo que seja oportuno em termos médicos, a Força Aérea, como sempre, estará disponível para cumprir mais essa missão", afirmou José Pedro Aguiar Branco.

O ministro sublinhou que "existe essa disponibilidade e existe essa capacidade" por parte da Força Aérea, em cujo "leque de missões" se encontra o transporte de feridos e pessoas a necessitar de cuidados médicos em hospitais portugueses.

Aguiar Branco falava aos jornalistas à chegada à capital da Lituânia, Vilnius, onde na quarta-feira realiza uma visita à força nacional destacada na missão da NATO naquele país, encontrando-se igualmente com o seu homólogo lituano.

O secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, José Cesário, disse hoje à Lusa que a hipótese de transferência da bebé para Portugal ainda não se coloca, por motivos clínicos.

José Cesário revelou que o Ministério da Saúde do Dubai autorizou a transferência para um hospital público da filha prematura de emigrantes portugueses, nascida num hospital privado do emirado.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG