Fogo destruiu mil hectares de floresta

O fogo que lavrou na Pampilhosa da Serra, distrito de Coimbra, entre as 14.00 de segunda-feira e as 01.07 de hoje, consumiu uma área de cerca de 1000 hectares de floresta, disse à agência Lusa o presidente da Câmara.

Apesar de as chamas terem ameaçado algumas povoações, nomeadamente a localidade de Foz do Ribeiro, que chegou a ser evacuada parcialmente, o autarca José Brito Dias salientou que não se registou destruição de habitações, sendo os prejuízos ao nível do material lenhoso, algumas culturas agrícolas e estradas municipais.

"Não foi ainda possível quantificar os estragos", referiu o presidente da Câmara da Pampilhosa da Serra, salientando que os prejuízos são maioritariamente dos produtores florestais privados e das empresas de celulose.

Segundo José Brito Dias, algumas estradas também ficaram danificadas devido à passagem das máquinas de rasto que "foi necessário colocar no terreno" e que ainda procedem à abertura de faixas de segurança.

As chamas chegaram a ser combatidas por 502 operacionais, apoiados por 147 veículos.

Às 12.00 de hoje, ainda se mantinha no terreno um dispositivo de 441 bombeiros e 133 veículos, disse à agência Lusa fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro de Coimbra.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG