Feridos internados em Portalegre estão estáveis

As cinco pessoas que estão internadas no Hospital de Portalegre, na sequência do despiste do autocarro onde seguiam, que caiu na ravina no domingo na Sertã, estão estáveis, disse à Lusa fonte daquela unidade hospitalar.

De acordo com gabinete de comunicação da Unidade Local de Saúde do Norte Alentejano (ULSNA), quatro feridos estão internados na unidade de cirurgia e um em ortopedia.

Nas últimas horas cinco feridos tiveram alta e dois foram transferidos para o Hospital de São José, em Lisboa, para observação em cirurgia.

Fonte do Hospital de Abrantes indicou à Lusa que o único ferido que se encontra internado naquela unidade hospitalar na ortopedia é um homem e o seu quadro clínico é estável.

As três pessoas que estão internadas no Hospital de São José, em Lisboa, estão estáveis, disse à Lusa fonte daquela unidade hospitalar.

De acordo com a mesma fonte, deram entrada naquele hospital, na sequência do despiste do autocarro, dois homens e uma mulher.

Os feridos, internados na Unidade de Cuidados Intermédios, um homem, e na Unidade Vertebro-Medular, um homem e uma mulher, estão "estáveis".

Onze pessoas morreram no domingo e 32 ficaram feridas num despiste do autocarro onde seguiam, que caiu numa ravina cerca das 8:30, no nó de acesso do IC8 ao Carvalhal, na Sertã, distrito de Castelo Branco.

O autocarro, de matrícula espanhola, transportava um grupo de 43 pessoas, incluindo sete crianças, que iam numa excursão de autocarro a Santa Maria da Feira.

Entre 33 feridos registaram-se seis graves, transferidos para os Hospitais Universitário de Coimbra, Castelo Branco e Hospital de São José, em Lisboa.

Todas as vítimas mortais eram adultos com idades entre os 50 e os 70 anos.

O presidente da Câmara da Sertã reconheceu a perigosidade do local onde o autocarro se despenhou, uma descida inclinada a seguir a uma curva, e afirmou que a autarquia vai tentar solucionar o problema.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG