Feira Nacional de Agricultura bate recorde de visitantes

A Feira Nacional de Agricultura de Santarém bateu o recorde de visitantes na sua 50ª edição, que termina hoje, com a passagem de mais de 170 mil pessoas no certame, anunciou a organização.

"A passagem de mais de 170 mil pessoas faz desta a edição da feira mais visitada de sempre, desde que foi criada há 49 anos", afirmou Luís Mira, secretário-geral da Confederação dos Agricultores de Portugal e administrador do Centro Nacional de Exposições e Mercados Agrícolas (CNEMA), em Santarém, onde nos últimos nove dias decorreu a 50ª Feira Nacional de Agricultura.

Além dos visitantes, o aumento do número de expositores para mais de 600 levou a organização a considerar esta uma das "melhores edições de sempre" da feira, que foi uma "demonstração de grande vitalidade" do setor agrícola, "apesar da crise".

Além da mostra da tecnologia de ponta para o setor agrícola e da divulgação de produtos nacionais, Luis Mira destacou hoje, no balanço do certame, a realização de vários seminários sobre temáticas agrícolas e empresariais.

"No total tiveram lugar 31 seminários, organizados por 17 entidades, que contaram com a participação de 5.531 pessoas, o que demonstra o interesse destas iniciativas", sublinhou Luis Mira.

Azeite, mel, vinho, queijos, enchidos e muitos outros produtos nacionais, muitos dos quais premiados em vários concursos, fizeram as delícias dos visitantes no Salão "Prazer de provar".

A mostra do setor agroalimentar, que este ano contou com um 'stand' dedicado ao programa "Portugal Sou eu", marcou a vertente de aproximação da feira ao consumidor e o incentivo ao consumo de produtos nacionais.

A par com os 547 animais (entre bovinos, equinos, caprinos e ovinos) em exposição, pela feira passaram "cerca de mil animais" que participaram em provas e concursos, com destaque para os concursos nacionais de coudelarias portuguesas, equitação e dressage.

Concertos, largadas de toiros, desfiles, provas de campinos e espetáculos diários marcaram o programa de animação da feira, que contou ainda com duas exposições (de fotografia e pintura) comemorativas da 50ª edição.

Ao longo de nove dias, a Feira Nacional de Agricultura foi palco privilegiado da agenda política nacional contando com a visita do primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, e de vários membros do governo, dos líderes de todos os partidos políticos com assento parlamentar e do secretário-geral União Geral do Trabalhadores (UGT).

"Este interesse demonstra a dimensão económica e política da feira e temos o testemunho de expositores que ainda antes de terminar o evento já tinham recebido pedidos e entregue encomendas que resultaram de contactos de negócio efetuados ao longo do certame", concluiu Luis Mira.

A Feira Nacional de Agricultura pode ser ainda visitada no CNEMA até às 20:00 de hoje.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG