Feira do Linho promove artesanato em Ribeira de Pena

Cerca de uma centena de artesãos vão participar na Feira do Linho de Ribeira de Pena, em Vila Real, onde, entre sexta-feira e domingo, se promove o artesanato de linho da região, anunciou a autarquia local.

Fonte da câmara disse hoje que, para além da exposição e venda de peças que têm como matéria-prima principal o linho, o certame vai contar com a presença de artesãos locais e de outras regiões do país, com outras formas de artesanato.

No recinto da feira são esperados "milhares de visitantes" e "apreciadores do linho", que poderão ver e adquirir os melhores panos e peças saídos dos teares antigos e das arcas centenárias do concelho. Nos stands serão exibidas as mantas, os lençóis, peças de vestuário, rendas, bordados, lenços ou colchas.

Mas não só de linho se faz esta festa. Na feira haverá ainda mel, compotas, vinhos verdes, vestuário tradicional e fumeiro. No recinto estarão também presentes três restaurantes cujas ementas assentarão na confeção dos milhos e nas carnes das raças autóctones bovinas, nomeadamente a maronesa.

A primeira edição da Feira do Linho surgiu em Ribeira de Pena no ano 1999, como forma de promover e revitalizar uma atividade de grandes tradições entre as populações do concelho, para tornar conhecidas as produções artesanais locais e promover as potencialidades turísticas do concelho e a gastronomia local.

O programa da feira inclui ainda a abertura oficial ao público do Parque Ambiental de Ribeira de Pena que ocorrerá na sexta-feira. Este parque está a ser preparado desde 2007, num processo que a ficar concluído devido a aspetos burocráticos. O espaço quer dar a conhecer as espécies endógenas da fauna e flora locais e, ao mesmo tempo, sensibilizar as pessoas para a sua preservação.

Instalado perto da vila sede de concelho, este terreno é acidentado, atravessado por rios e ribeiros, possui quedas de água, pontes e uma densa vegetação.

O Parque Ambiental representa um investimento de cerca de 400 mil euros, comparticipados em 85% por fundos comunitários.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG