Família de Carlos Martins diz que processo não terminou

O jogador Carlos Martins e o médico Manuel Abecassis dão segunda-feira à tarde uma conferência de imprensa para fornecer pormenores sobre o transplante da medula do pequeno Gustavo, agora que foi encontrado um dador 100% compatível.

O jogador do Benfica, que está emprestado ao Granada e tem amanhã o último jogo para a liga espanhola, deverá chegar a Lisboa na segunda-feira de manhã. O diretor do Serviço de Transplantação de Progenitores Hematopoiéticos do Instituto Português de Oncologia remeteu para segunda-feira as respostas às perguntas sobre os passos seguintes para a realização do transplante.

A família e amigos de Carlos Martins estão esperançados quanto à recuperação de Gustavo, o filho mais velho do jogador e que tem três anos, mas sublinham que este é, apenas, mais um passo e que ainda não há lugar para festas. A criança sofre de aplasia medular, um doença que pode causar a falência total da medula.

"Claro que me sinto feliz, mas sabemos que há um grande percurso pela nossa frente. É mais um passo e, agora, temos de esperar pelo que vai acontecer nos próximos dias", disse ao DN Fátima Martins, a mãe do futebolista.

A família recebeu a notícia na sexta-feira e o jogador colocou-a no Facebook, bem como uma mensagem de agradecimento a quem o acompanhou. Lançaram em Novembro uma campanha que fez "40 a 45 mil pessoas" se tornassem dadoras.

O aumento do número de inscritos no registo nacional de potenciais dadores é mais pequeno: era de 262 mil em novembro e está agora perto de 300 mil.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG