Ex-secretário-geral do PSD desiste do doutoramento em Direito

Feliciano Barreiras Duarte renunciou à inscrição na UAL, onde deveria ter as aulas de que tinha sido dispensado na sequência de ter inscrito falsamente no seu currículo ter frequentado a Universidade de Berkeley

O ex-vice-presidente do PSD Feliciano Barreiras Duarte arriscava-se a ser obrigado a frequentar as aulas de doutoramento na Universidade Autónoma de Lisboa (UAL) para manter o grau académico, que estava em risco depois de ter sido tornado público que tinha mentido no seu currículo vitae ao dizer que tinha sido visiting scholar na Universidade de Berkeley, nos EUA.

Segundo o jornal Público desta quinta-feira, o político antecipou-se a qualquer decisão da UAL e anunciou ao estabelecimento de ensino que desiste da inscrição no doutoramento em Direito.

Feliciano Barreiras Duarte, escolha do novo líder social-democrata, Rui Rio, demitiu-se do cargo de vice-presidente do PSD um mês após a eleição, envolvido nas polémicas do currículo falseado e de suspeitas de recebimento de subsídios indevidos do Parlamento.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG