Estudantes do ensino superior saem à rua contra cortes

Os estudantes universitários de Lisboa e Porto manifestam-se hoje, na capital portuguesa, do Marquês de Pombal até à Assembleia da República, contra os cortes no ensino superior e em defesa do reforço da Ação Social Escolar.

A manifestação conta com a presença dos estudantes da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas (FCSH) da Universidade Nova de Lisboa, da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, do Instituto de Gestão e Ordenamento do Território, da Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico do Porto e da Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto, que apelam aos estudantes de outras escolas para se juntar ao protesto.

"Queremos que mais estudantes se juntem a nós. Apelamos aos alunos dos núcleos de Coimbra e Aveiro para que se juntem para defender o direito à educação, para que mais nenhum aluno tenha de deixar de estudar", contou à Lusa, na passada semana, Laura Almodovar, vice-presidente da associação de estudantes da FCSH, da Universidade Nova de Lisboa.

As cinco associações de estudantes que decidiram participar na manifestação, em Lisboa, exigem um financiamento efetivo do Ensino Superior e um reforço da Ação Social Escolar.

Os responsáveis associativos dizem que há cada vez mais alunos com dificuldades financeiras, e que as instituições também já começam a viver uma degradação das condições materiais e humanas.

A ação reivindicativa, agendada para hoje, foi decidida durante o Encontro Nacional de Direções Associativas (ENDA) do Ensino Superior.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG