Emigrante "paga" promessa de vitória do Porto com 50 euros

Uma família de emigrantes portugueses residente em França, na região de Lyon, cumpriu hoje uma promessa em Fátima, depois de assistir, no Estádio do Dragão, à vitória do FC Porto frente ao Benfica.

"Vim dar 50 euros que prometi [ao Santuário], se o FC Porto ganhasse", disse à agência Lusa António Ferreira, que viajou da região de Lyon para Portugal "de propósito" para vir ao futebol.

À entrada do recinto do Santuário de Fátima, acompanhado pelo neto - vestido a rigor com as cores do FC Porto - e outros familiares, o emigrante aludiu ao jogo "sem casos" e "bem ganho" pelos 'dragões', declaração que o levou a entrar em confronto verbal com um benfiquista que ia a passar e contestou a vitória dos 'dragões'.

"Porque é que não foi bem ganho, chefe? Falamos já, eu respondo já ao senhor", retorquiu.

Ao lado, o neto, Tibou Ferreira, afirmou, em francês, estar contente de ter ido ver o jogo com o avô e que veio a Portugal "só para ver o FC Porto ganhar".

Um outro adepto benfiquista acabou por se juntar à conversa, sublinhando, no entanto, não se ter deslocado a Fátima por causa do futebol.

"Não venho com esse intuito de pedir para o futebol. Não se pode misturar o futebol com a religião, com coisas católicas", afirmou Joaquim Azevedo.

Embora a conversa tenha versado sobre o jogo, com Joaquim Azevedo a argumentar que o FC Porto "foi feliz em marcar nos últimos minutos", o peregrino, residente em Oliveira de Azeméis, distrito de Aveiro, fez questão de frisar que se desloca anualmente, "há 39 anos" a pé a Fátima, "por questões pessoais".

A peregrinação de hoje e segunda-feira, que assinala o 96.º aniversário da primeira aparição de Nossa Senhora em Fátima, é presidida pelo arcebispo do Rio de Janeiro, Orani João Tempesta.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG