E a palavra do ano é...

Refugiado.

A Porto Editora revelou hoje aquela que foi considerada a Palavra do Ano de 2015.

Refugiado foi escolhido por votação online entre 1 e 31 de dezembro de 2015 e venceu com 31% dos votos, entre dez possíveis. Mais de 20 mil pessoas votaram, de acordo com a Porto Editora.

A lista incluía as palavras terrorismo (17%), acolhimento (16%), esquerda (8%), drone (7%), plafonamento (6%), bastão de selfie (5%), festivaleiro (4%), superalimento (3%) e privatização (3%).

A Palavra do Ano realiza-se desde 2009 e desde então foram escolhidas as palavras esmiuçar, vuvuzela, austeridade, entroikado, bombeiro e corrupção.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG