Doentes partilham soluções inovadoras para dia a dia

Maria do Céu Seabra é psicóloga clínica de profissão, mas é também uma espécie de "engenhocas". Sofre de nanismo e desde os tempos da faculdade que procura soluções que garantam a sua independência. Duas delas estão partilhadas na plataforma Patient Innovation, apresentada amanhã.

A plataforma, uma iniciativa da Católica-Lisbon School of Business & Economics, que contou com a colaboração do MIT e do Carnegie Mellon University, nasceu para ser um espaço de partilha entre doentes e famílias com soluções para o dia a dia. Maria do Céu já deixou o seu contributo.

"Sempre fui pró-independência. Ao longo da vida fui-me confrontando com obstáculos e criei soluções para os ultrapassar. Uma delas foi um ponteiro extensível para conseguir carregar nos botões dos elevadores. Usei cabos de chapéus-de-chuva porque são extensíveis e aguentam a pressão. Também servem para a via verde nos parques de estacionamento e para alguns interruptores", conta.

Leia mais pormenores no e-paper

Mais Notícias

Outras Notícias GMG