Detido "um dos principais fornecedores" de droga nos Açores

A Polícia Judiciária (PJ) deteve, esta sexta-feira, um homem suspeito de ser "um dos principais fornecedores" de droga para os Açores.

Em comunicado a PJ divulgou que "através da Unidade Nacional de Combate ao Tráfico de Estupefacientes (UNCTE), deteve um homem e uma sua colaboradora pela presumível prática de crimes de tráfico de estuefacientes."

O homem é "suspeito de ser um dos principais fornecedores de produto estupefaciente para o arquipélago dos Açores", tendo-lhe sido apreendidos dois quilogramas de heroína (o equivalente a 90 mil doses), cerca de um quilograma de haxixe e "três viaturas de gama média alta", acrescenta a PJ.

A Judiciária destaca que desde o início deste ano já deteve, através do Departamento de Investigação Criminal de Ponta Delgada, três "correios" enviados aos Açores pelo homem agora detido e "aos quais foram apreendidos cerca de dez quilogramas de heroína".

Os suspeitos, de 18 e 47 anos, estão em prisão preventiva, revela a PJ no mesmo comunicado, relativo à "Operação Açores".

Mais Notícias

Outras Notícias GMG