Detido por burla com cartões de crédito em aviões

Um indivíduo foi detido na semana passada por burla com cartões de crédito a bordo de aviões da TAP, tendo sido presente a tribunal onde foi decretada a prisão preventiva, segundo informação da Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa.

A Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa (PGDL) adianta na sua página na Internet que o indivíduo, que "desenvolvia reiterada actividade de uso de cartões de crédito subtraídos aos seus titulares em compras efectuadas a bordo de aviões da TAP", foi detido na semana passada (28 de Outubro) pela PSP e apresentado ao Ministério Público para primeiro interrogatório.

O indivíduo, que era passageiro da transportadora aérea, "utilizou entre Maio de 2010 e a data da detenção mais de uma centena de cartões subtraídos em compras realizadas a bordo dos aviões, uma vez que "nessas circunstâncias não era possível detectar a origem criminosa dos múltiplos cartões de crédito".

A PGDL indica ainda que o indivíduo foi indiciado pela prática de 101 crimes de burla informática e 133 crimes de falsificação de documentos.

O arguido ficou em regime de prisão preventiva, sendo que a investigação prossegue no Departamento de Investigação e Acção Penal (DIAP) de Lisboa.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG