Deputado do PS protesta contra "ato xenófobo" contra clube português

Paulo Pisco escreveu ao embaixador francês em Portugal a pedir que se investigue autoria das inscrições que abalaram comunidade em França

O deputado socialista Paulo Pisco escreveu ao embaixador de França em Portugal manifestando sua preocupação pelo ataque de vandalismo ao Clube Português de Brie-Comte-Robert, nos arredores de Paris. A sede do clube foi "alvo de uma inscrição xenófoba ofensiva" em que se lia "morte aos portugueses", na noite de terça para quarta-feira.

O deputado eleito pelo Círculo da Europa pede ao governo francês para averiguar o que passou e a autoria das inscrições. "Dado que a comunidade portuguesa foi visada com propósitos xenófobos que atingem a sua imagem e tranquilidade, independentemente das razões e dos autores, considero da maior importância que sejam feitas as diligências necessárias para averiguar quem escreveu aquelas frases xenófobas associadas ao partido Front National", escreve o deputado, na carta enviada esta sexta-feira ao embaixador Jean-François Blarel.

Paulo Pisco coloca ainda a hipótese de a comunidade portuguesa ter sido, "eventualmente, ter sido instrumentalizada, visto que em todo o território francês é extraordinariamente bem considerada e constitui um exemplo a nível da integração" e considera que isso é "absolutamente condenável".

Mais Notícias